Notícias

Maioria acredita que frio é a causa de gripe e resfriado

Maioria acredita que frio é a causa de gripe e resfriado

Mais de 80% dos brasileiros acham que o frio causa ou piora gripes e resfriados. Essa é apenas uma das noções erradas disseminadas sobre as doenças respiratórias contagiosas mais comuns.

 

Tanto a gripe quanto o resfriado são causados apenas por vírus. \"A maior prevalência no inverno é em razão do aumento da aglomeração de pessoas em locais menos ventilados, facilitando a disseminação do vírus e a contaminação\", diz a pneumologista Jussara Fiterman.

 

Pesquisa do Datafolha para a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia mostrou que os brasileiros estão mal informados sobre essas doenças. \"As pessoas não têm ideia de como prevenir e tratar\", diz Fiterman, que preside da entidade.

 

Para ela, o desconhecimento dos sintomas mais importantes dificulta o diagnóstico. \"Se detectamos logo os sinais de gravidade, é mais fácil controlar as complicações\", afirma.

 

Infecção causada pelo vírus Influenza, a gripe pode evoluir para pneumonias e insuficiência respiratória. Em casos mais graves, pode levar à morte.

 

Isso não acontece nos resfriados, outra doença respiratória contagiosa. A pesquisa também mostrou que a maioria das pessoas não sabe distinguir uma da outra.

 

DIFERENÇAS
Resfriados se manifestam nas vias aéreas superiores e não causam um comprometimento geral da saúde importante. Os sintomas desaparecem em cerca de quatro dias.

 

A gripe, além de causar dor muscular, febre alta e fadiga, pode atingir todo o sistema respiratório, incluindo brônquios e pulmões.

 

\"As pessoas também confundem manifestações alérgicas, como asma ou rinite, com gripe e não tratam a alergia\", diz Fiterman.

 

Por causa dessa confusão, muitas pessoas atribuem causas erradas à gripe.

 

Na pesquisa, 54% apontam o ar-condicionado, e 50% pó ou poeira como fatores de risco. E 63% acreditam que não fumar é a principal medida preventiva.

 

Fiterman ressalva que não fumar é muito importante para a saúde respiratória, mas não é fator determinante na disseminação da gripe.

 

AUTOMEDICAÇÃO
A desinformação dificulta a prevenção. Além da vacina (só serve para a gripe), as medidas mais importantes são evitar aglomerações, em especial locais fechados, e lavar as mãos com frequência.

 

Outro aspecto importante levantado na pesquisa foi o alto número de pessoas que se automedicam quando estão gripadas ou resfriadas: 43% afirmam tomar remédios por conta própria e 39% usam receitas caseiras.

 

Fonte: Folha de São Paulo

Voltar